Tylex

A dor é uma sensação desagradável, que causa bastante desconforto e que pode ser sentida em toda a parte do corpo, não escolhendo sexo, idade e nem hora para acontecer, onde todo mundo está sujeito a uma dor física, que é aquela que causa mal estar e afeta diversas partes do nosso corpo.

Só em falar na palavra dor, ela já causa pânico, afinal as pessoas sabem o mal que uma dor pode provocar. Toda dor é desagradável e dependendo da sua intensidade pode atrapalhar as suas atribuições diárias.

A dor é individual, então a sua intensidade não pode ser comparada com a dor de outra pessoa, onde devemos considerar somente o que a pessoa sente.

Também devemos dar a devida importância a dor, pois ela pode ser aguda (momentânea) ou crônica (persistente). Por isso uma dor que incomoda hoje, ela pode se tornar em algo mais grave no futuro se não for tratada de forma adequada a partir dos seus sintomas iniciais.


Uma das formas de se prevenir é buscar a origem da dor ou porque você está sentindo esses sintomas, para isso é necessário consultar o seu médico que irá lhe auxiliar no processo de cicatrização da dor.

Uma das formas de tratamento de lesões de intensidade leve ou moderada é o uso de medicamentos, onde Tylex possui substâncias que ajudam no processo de cicatrização e alívio da dor.

Para que serve o Tylex (indicação)

Tylex é um remédio em comprimido, que serve para o alívio de dores de intensidade leve e dores de grau moderado a intenso, que podem ser devido a entorses (rompimento dos ligamentos, tecido fibroso que liga os ossos e as articulações) ou luxações (lesão em que uma articulação é deslocada da posição normal).

O medicamento também é eficaz para o tratamento de contusões (lesão sem fratura dos tecidos moles do corpo), distensões (rompimento de um músculo ou de tecido muscular que liga o músculo ao osso), fraturas (lesões que causam rompimento ou trincamento de um osso).

Tylex alivia as dores no pós-operatório, pós extração dentária, assim como neuralgia (dor aguda, intensa e incessante presente em um ou mais nervos de nosso corpo), lombalgia (dor na região lombar, devido a lesões da coluna ou afecções que atingem as vísceras situadas naquela região) e dores de origem articular.

Tylex

Como funciona o Tylex

Tylex possui como principal principio ativo o paracetamol que em combinação com o fosfato de codeína, proporcionam o alívio de dores de intensidade leve a intensa.

A ação do medicamento é analgésico, onde rapidamente, após a ingestão do comprimido, já se torna perceptível os sinais de melhora da dor.

Composição

Tylex é comercializado em duas versões: 7,5 mg ou 30 mg.

Cada comprimido do remédio possui 500 mg de paracetamol e 7,5 mg/30 mg de fosfato de codeína. Seus excipientes são: bissulfito de sódio, docusato de sódio/ benzoato de sódio, amido, estearato de magnésio e celulose pó.

Como usar o Tylex

A dose de Tylex deve ser ajustada de acordo com o estado clínico do paciente, assim como a sua resposta durante o tratamento, de modo que para alivio da dor o indicado é:

Tylex 7,5 mg = 1 comprimido a cada 4 horas.

Tylex 30 mg = 1 comprimido a cada 4 horas.

Em adultos, em manifestações mais intensas de dores, como pós-operatório, traumatismo e neoplasias, é indicado 2 comprimidos a cada 6 horas, não devendo ultrapassar a dose máxima diária de 8 comprimidos.

O comprimido deve ser engulido com o auxílio de água, não devendo ser mastigado e nem partido para que apresente melhor eficácia.

É importante seguir a recomendação médica, se atentando aos horários, a quantidade da dose e duração do tratamento. Não interrompa o uso do remédio sem informar o seu médico.

Caso você esqueça de tomar a dose de Tylex, tome a mesma assim que se lembrar, se atentando para não exceder a dose máxima diária recomendada.

Contraindicação

Tylex é contraindicado em pacientes com hipersensibilidade ao fosfato de codeína, paracetamol e aos componentes da fórmula.

Remédios que possuem codeína não são recomendados para o tratamento da dor pós-operatória em crianças que foram submetidas á tonsilectomia (processo cirúrgico que consiste na excisão das amígdalas palatinas, glândulas localizadas na parte posterior da garganta).

Efeitos colaterais do Tylex

Como cada paciente pode reagir de um jeito durante o tratamento, Tylex pode provocar efeitos colaterais, porém as reações adversas apresentadas pelo remédio são incomuns e raras, porém é importante se atentar a qualquer tipo de reação adversa após o início do tratamento.

O paciente pode sofrer de constipação (prisão de ventre), ressacamento dos lábios, enjoo, tontura, sonolência, hiperidrose (suor excessivo), dor abdominal, dispepsia (dificuldade de digestão), reação alérgica, dor de cabeça, variações de humor e falta de ar.

Caso surjam esses sintomas ou qualquer outro efeito colateral, você deve interromper o uso do medicamento e procurar uma emergência médica.

Superdosagem

A superdosagem de qualquer medicamento além de inibir o efeito terapêutico, pode provocar reações adversas.

A superdose de Tylex pode causar parada cardiorrespiratória, edema cerebral, coma, estado confusional, dependência do medicamento, fadiga, hipotensão, hipóxia, enjoo, desconforto abdominal, íleo paralítico, miose, palidez, insuficiência renal, depressão respiratória e insuficiência respiratória, letargia, vômito e síndrome de retirada.

O paciente deverá procurar uma emergência médica com urgência com a bula do medicamento para que possa ser realizado a desintoxicação de Tylex.

Precauções

A codeína é um agente opioide (age no sistema nervoso central), portanto pode causar dependência psicológica e física, sendo utilizado á longo prazo.

Tylex deve ser usado com cautela em pacientes que tenham risco para efeitos aditivos no sistema nervoso centrak, lesões na cabeça e distúrbios convulsivos.

Pacientes alcoólatras, devem informar ao seu médico para que possa ser avaliado se o uso de paracetamol ou outro analgésico ou antipirético possa causar algum efeito colateral.

Tylex possuem em seus excipientes substâncias que podem provocar manifestações alérgicas, portanto é necessário cautela em pacientes que possuem alergia ao bissulfito de sódio, onde caso se manifeste algum tipo de alergia, o uso do medicamento deverá ser interrompido.

Não é indicado o uso de Tylex em crianças menores de 12 anos de idade.

Durante o tratamento com Tylex, não é recomendado que o paciente dirija veículos ou opere máquinas, pois pode ter a sua habilidade ou atenção prejudicada.

O medicamento deve ser conservado em temperatura ambiente, protegido da luz, umidade e fora do alcance de crianças. O paciente também deve se atentar ao prazo de validade do produto, onde essa informação é fornecida na embalagem externa do remédio.

Interação do Tylex com outros remédios

Não é recomendado o uso de Tylex com remédios como barbitúricos, hidrato de cloral, benzodiazepínicos, fenotiazinas, álcool e relaxantes musculares de ação central, pois podem provocar depressão aditiva no sistema nervoso central.

Informe ao seu médico caso você esteja fazendo uso de qualquer tipo de medicamento, inclusive remédios que não necessitam de receita médica.

Gestantes e mulheres que estejam amamentando, só podem utilizar Tylex, após orientação médica e com cautela, pois a codeína atravessa a placenta e seus metabólicos ativos estão presentes no leite materno. O médico deverá avaliar se os benefícios são maiores do que os riscos para o uso do medicamento nesses pacientes.

Tylex Preço

Tylex Posologia

Tylex é comercializado em 7,5 mg (embalagens com 12 comprimidos) e 30 mg (embalagens com 12, 24 e 36 comprimidos), onde o aspecto físico de ambos são de comprimidos brancos ou levemente cinzentos, arredondados e sulcados.

O produto é de uso adulto e pediátrico acima de 12 anos de idade, onde o medicamento é de uso oral. Tylex é fabricado pelo laboratório Janssen Cilag, vendido nas farmácias e redes de drogarias de todo o país.

A venda de Tylex pela internet é proibida, pois o medicamento é sujeito a controle especial mediante retenção da receita médica (A2 Amarela).

O preço médio do medicamento é de R$ 26,57, podendo sofrer alterações de acordo com a região e estabelecimentos que comercializam o produto.

Tylex Genérico

Codeína + Paracetamol e Paracetamol + Fosfato de CodeÍna são medicamento genéricos de Tylex, onde possuem a mesma eficácia no tratamento, pois os genéricos contam com o mesmo principio ativo.

O paracetamol é um analgésico não opioide, não salicilato e antipirético e o fosfato de codeína é um analgésico narcótico e antitussígeno, onde a mistura de ambos provocam o alivio da dor de forma predominante.

Os genéricos de Tylex podem ser encontrados pelo preço médio de R$ 11,65, estando a venda nas redes de farmácias e drogarias, onde também é necessário apresentação da receita médica.

Pergunta dos leitores

Tylex da sono?

Tylex não possui substâncias que provoquem sonolência, porém pode causar sono em alguns pacientes, mas como efeito colateral. Caso o sono seja intenso, o paciente deverá interromper o uso do medicamento e consultar o seu médico.

Tylex é um anti-inflamatório?

Tylex é um medicamento que possui como principio ativo as substâncias paracetamol e fosfato de codeína, onde ambas as substâncias possuem efeito analgésico.

O paracetamol possui pouca atividade anti-inflamatória, mas em combinação com o fosfato de codeína que é um agente secundário ao medicamento, a ação central de Tylex é apenas analgésica, onde o remédio não pode ser considerado como anti-inflamatório.